Dica

Cuidados que os profissionais devem ter ao usar tintas, solventes e diluentes

Para trabalhar com tintas, solventes e diluentes, o profissional precisa seguir algumas regras e procedimentos. Isto porque estes produtos são compostos de substâncias químicas que podem ser nocivas à saúde.

Para saber como utilizar cada material é necessário conferir as informações
técnicas que constam no rótulo, onde encontram-se as principais dicas para o manuseio adequado durante o transporte e o processo de pintura. Além disso, a FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos), documento com uma padronização global de classificação e rotulagem dos produtos químicos, contêm diversas informações de identificação sobre vários aspectos físico-químico, características eco toxicológicas e as recomendações sobre as medidas de segurança e proteção para o profissional.

A Legislação Brasileira, por meio da portaria nº 229 de maio de 2011, alerta que os trabalhadores que manuseiam esses produtos devem receber treinamento  específico das empresas:

a) para compreender a rotulagem preventiva e a ficha com dados de segurança do produto químico;

b) sobre os perigos, riscos, medidas preventivas para o uso seguro e
procedimentos para atuação em situações de emergência com o produto químico.

Além disso, existem alguns cuidados indispensáveis para o manejo desses
materiais e evitar que acidentes aconteçam.

Saúde Pessoal:

Contato com a pele: Devido sua toxicidade e componentes
químicos, caso haja contato, a pele pode sofrer irritação e deve ser lavada
imediatamente com água corrente e sabão. Além disso, o uso de EPI’s
(Equipamento de proteção individual) é de extrema importância para a segurança.

Evitar a inalação: Como os gases emitidos por estes produtos geralmente são tóxicos e mais densos que o ar, ao ser inalado, pode causar náusea, enjoo, dor de cabeça e até mesmo, provocar um desmaio. O uso de
máscaras é essencial para essa tarefa, assim como possuir uma ventilação
adequada para eliminar os gases do local.

Contato com os olhos: Caso os respingos de tinta atinjam os olhos é recomendado lavar imediatamente e procurar ajuda médica. Para prevenir
que isso aconteça, use óculos de proteção.

Evitar a ingestão: Não se deve consumir, nem preparar alimentos ou bebidas em locais que são utilizados ou armazenados produtos
químicos. No caso de ingestão de tintas acidentalmente, é indicado que o
paciente não seja induzido ao vômito e procure auxílio médico o mais rápido possível.

Saúde Pessoal:

Contato com a pele: Devido sua toxicidade e componentes  químicos, caso haja contato, a pele pode sofrer irritação e deve ser lavada imediatamente com água corrente e sabão. Além disso, o uso de EPI’s (Equipamento de proteção individual) é de extrema importância para a segurança.

Evitar a inalação: Como os gases emitidos por estes produtos geralmente são tóxicos e mais densos que o ar, ao ser inalado, pode causar náusea, enjoo, dor de cabeça e até mesmo, provocar um desmaio. O uso de máscaras é essencial para essa tarefa, assim como possuir uma ventilação adequada para eliminar os gases do local.

Contato com os olhos: Caso os respingos de tinta atinjam os
olhos é recomendado lavar imediatamente e procurar ajuda médica. Para prevenir que isso aconteça, use óculos de proteção. 

Evitar a ingestão: Não se deve consumir, nem preparar alimentos ou bebidas em locais que são utilizados ou armazenados produtos químicos. No caso de ingestão de tintas acidentalmente, é indicado que o paciente não seja induzido ao vômito e procure auxílio médico o mais rápido possível.

Comente sobre este post

Não se preocupe, seu endereço de email não será publicado.