Pintura em superfícies e ambientes úmidos requer cuidados e uso de soluções resistentes

Os benefícios da pintura de superfícies que ficam expostas à umidade e ações do tempo vão além da questão estética, envolvem durabilidade e aumento do tempo de vida dos materiais. Porém, para que se obtenha sucesso com a aplicação das tintas, é preciso escolher, entre as muitas soluções oferecidas pelo mercado, a mais indicada para cada ambiente, considerando o nível e o tipo de agressividade.

Antes de iniciar a pintura, é preciso preparar a superfície que irá recebê-la, afinal, esse processo interfere diretamente na aderência das soluções e evita os principais defeitos, como: formação de bolhas, crateras, manchas e descascamento. Para isso, é necessário aplicar o jateamento abrasivo, capaz de eliminar todas as impurezas e pontos de corrosão, permitindo maior fixação da proteção anticorrosiva. Caso não seja possível, o lixamento mecânico com lixas de grau ST3 pode ser também uma opção.

Com a estrutura limpa, isenta de óleos e umidade, pode ser iniciada a aplicação das tintas. O recomendado é começar com um fundo anticorrosivo como o primer epóxi poliamida vermelho (código 400.999) e, após o tempo de cura, aplicar como segunda camada um primer epóxi poliamida cinza (código 400.906). A diferença de cores é para, posteriormente, ser possível identificar cada camada da solução. Para o acabamento, o ideal é utilizar um esmalte poliuretano acrílico (código 323.101) em até duas demãos.

A escolha desses produtos está diretamente ligada ao seu potencial de cobertura e proteção às superfícies em que forem aplicados. Vale lembrar que, quanto mais camadas de pintura, maior será a durabilidade do material, a partir da criação de um sistema de barreira (até 300 microns), muito utilizado em ambientes agressivos. Por se tratar de camadas de tinta de alta espessura, a utilização de pistola convencional é a mais indicada, deixando rolos e trinchas apenas para pequenos retoques.

Buscando contribuir com soluções eficientes para esse processo, a Solventex apresenta opções para diversos ambientes corrosivos, tanto os mais agressivos quanto os convencionais. Entre os destaques da Linha Industrial Especial, estão o Primer Epóxi Poliamida – recomendado para superfícies ferrosas, estruturas metálicas e equipamentos industriais – e o Esmalte Poliuretano Acrílico, ideal para acabamento em superfícies metálicas ferrosas e não ferrosas, máquinas e implementos agrícolas, tanques industriais, tubulações aéreas, piscinas e embarcações. Em virtude de sua resistência aos raios UV, o esmalte não desbota e mantém seu brilho por longo tempo. 

Comente sobre este post

Não se preocupe, seu endereço de email não será publicado.